sábado, 11 de janeiro de 2014

O perigo da soja




Vegetarianos podem cair no erro de consumir soja em excesso. Há ainda muitas contradições a respeito dos males que a soja pode provocar na saúde, então vou me limitar a falar superficialmente dos argumentos de ambos os lados – a favor e contra – o consumo da soja.

Há um argumento, no entanto, que não pode ser ignorado, independente das razões pela qual você tenha se tornado vegetariano, ou ainda que não o seja: o meio ambiente. Longe de fazer apologia à questão ecológica, temos que admitir que esse é um assunto que interessa a todos, afinal, vivemos neste planeta e a todos interessa sua conservação. Aos protetores dos animais, aliás, interessa duplamente: as florestas destruídas são o berço de parte da nossa fauna.

A soja é um dos produtos da industria, assim como a carne e o leite, e é usada para o lucro, ou seja, isso significa que foi criado um mito para fazer as pessoas acreditarem que é sinônimo de saúde, assim como muitos acreditam que o leite é essencial para a alimentação, uma grande mentira.

Há quem diga que a soja deve ser preparada com cuidado. Quanto aos grãos, somente a fermentação ou o demolho seriam eficazes para que se aproveite as suas propriedades sem causar tantos malefícios à saúde. A proteína texturizada seria a pior forma de ingeri-la, mas ainda há controvérsias. Por outro lado, a soja é conhecida como uma boa fonte de proteína vegetal, indicada inclusive para mulheres na menopausa, já que acentua seus sintomas. 

Encontrei uma reportagem que interpreta uma embalagem de proteína texturizada e – apesar da presença do corante caramelo: atenção veganos! – seria um alimento excelente pela quantidade de fibras e pelo fato de não ser transgênico. A reportagem completa está aqui. 

Outra reportagem citou a ingestão de soja como culpada pela perda da libido em homens e até pelo aumento das mamas e perda de pelos corporais! Enfim...

Quanto à saúde, portanto, o conselho é o mesmo para quase tudo: equilíbrio! Mesmo para o vegano, não é preciso basear a alimentação em soja, ela pode ser um complemento, mas nunca a base.

Quanto ao meio ambiente, infelizmente, o problema é o mesmo da carne: a destruição da floresta para cultivar a soja é tão prejudicial quando para criar pastos. A moderação no consumo não impede a destruição, mas alivia a consciência. Nada impede, porém, que lutemos, ainda que seja através da conscientização, da criação de petições, da denúncia, enfim, das formas pacíficas que possibilitam ao consumidor e ao cidadão o cuidado com seu país e com seu planeta.

A minha ideia de dieta vegetariana saudável é depender cada vez menos da soja, buscando outras  alternativas de queijos e leites à base de castanhas e outras fontes de proteína vegetal.

Além disso, como fonte de proteína, há muitas outras opções: 

 Lentilhas 18 grs. por xícara
Edamame 20 grs por xícara
Seitan 19 grs. por cada 3 onças
Ervilhas 9 grs. por xícara
Arroz integral 5 grs. por xícara
Arroz branco 4 grs. por xícara
Brócolis cozidos 4 grs. por xícara
Sementes de girassol 6 grs. por ¼ xícara
Quinoa 9 grs. por xícara
Espinafres cozidos 5 grs. por xícara
Abacate 4 grs. por xícara
Pão Integral 7 grs. em 2 fatias
Feijão preto 15 grs. por xícara
Caju 5 grs por ¼ xícara
Semola cozida 8 grs. por xícara
Sementes de linhaça 4 grs por 2 colheres de sopa
Sementes de chia 5 grs. por e colheres de sopa
Bulgar (trigo) 5 grs. por xícara
Manteiga amendoim 8 grs. por 2 colheres de sopa
Manteiga de girassol 5 grs. por 2 colheres de sopa
Batata vermelha 3 grs. por xícara
Cevada 3 grs por xícara



Para fazer hambúrgueres, é possível usar lentilhas, cogumelos e legumes. Opções não faltam!


É possível, portanto, diminuir o consumo de soja, buscando alternativas mais saudáveis e ecológicas, que mantenham o nível nutricional e possibilitem uma vida mais leve.


Reportagem interessante: Soja – mitos e verdade


4 comentários:

  1. Por recomendação da minha nutricionista, tive de tirar a soja da dieta. Sou vegetariana há quase 5 anos e vegana desde o ano passado. Nesse período consumi muita soja. Ocorre que no começo do ano tive um mal-estar e descobri um hipotireoidismo. A soja, sabe-se, interfere nos hormônios, por isso, tive de buscar outras fontes de proteína e substitutos para o leite e queijos. Comprei uma máquina de fazer leite e tenho feito nela leite de arroz, amêndoas e coco. Concordo com você e acho superimportante o teu alerta. Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Não consumo carne vermelha nem frango o q usar no lugar da proteína de soja?

    ResponderExcluir
  3. Não consumo carne vermelha nem frango o q usar no lugar da proteína de soja?

    ResponderExcluir